Follow by Email

segunda-feira, 19 de março de 2012

OS IMPOSTOS

“O Estado impõe a seus cidadãos impostos onerosos sob várias formas – imposto de renda, imposto sobre circulação de mercadorias, imposto territorial, taxa rodoviária, imposto sobre produção, impostos sobre importação e tantos outros impostos. Mas, no momento oportuno, quando os impostos se acumulam em uma grande soma de dinheiro, eles são utilizados para o bem-estar dos cidadãos de diferentes maneiras. Todavia, às vezes acontece de os benefícios dos impostos caírem como chuvas sobre governantes de coração de pedra, os quais são incapazes de utilizar o dinheiro apropriadamente e esbanjam-no para o gozo dos sentidos.”
(Srila Prabhupada – A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada)

Os governantes sedentos por dinheiro se divertem enquanto cidadãos passam por momentos de caos social.

Homens de coração duro e impiedosos, egoístas e transgressores da lei, apropriam-se do poder público e dos bens, acham que um direito coletivo agora só pertence a eles.

Procuram cobrar mais impostos para receberem mais, ao invés de investir o dinheiro arrecadado para o bem-estar social compram bens e investem em seus interesses pessoais.

E assim a desigualdade social vai aumentando, para se manter no poder eles se utilizam do poder da corrupção, e onde ninguém questiona ou reclama eles se esbanjam  e ampliam sua vergonhosa máfia.

Se a população se apavora, deixa-se oprimir ou dominar por governantes que nada fazem por eles, eles cada vez mais solidificarão esse governo, ficarão mais tempo no poder até que a realidade possua mudar e a cidadania volte a reinar.