Follow by Email

quinta-feira, 31 de maio de 2012

O AMOR

“O que fazer para mudar o mundo? Amor. O amor pode, sim, vencer o egoísmo. O amor supera todos os obstáculos, todos os sacrifícios. Por mais que realizemos, nada se compara ao que Deus faz por nós.

A miséria é falta de amor entre as pessoas. Não agrada a Deus a insensibilidade. O problema é estrutural, pois as pessoas individualmente ajudam, como fizeram até agora comigo.

Só com amor, fé e dedicação é possível transformar a realidade em que vivemos. O amor constrói e solidifica. Tudo seria melhor se houvesse mais amor.” (Irmã Dulce)

O amor é capaz de mudar o mundo, uma nova maneira de viver com base no amor ao próximo e ao meio ambiente.

O amor vence o egoísmo, pois, onde existe o amor também existe o desejo de ajudar, de partilhar, dessa maneira, o egoísmo vai sendo eliminado.

O amor remove barreiras, pois, agindo com amor fica mais fácil de passar pelas dificuldades que surgem durante a vida.

O amor é um dom de Deus, que todos possuem, mas nem todos usam esse dom tão especial, muitos possuem medo de amar e acabam na tristeza, no egoísmo e na solidão, endurecendo seus corações e se fechando para o mundo.

Se todos se amassem, a miséria não existiria, ainda a encontramos devido a existência da falta de amor entre as pessoas, uns que deixam de ajudar, outros que querem se sobrepor aos outros, tudo isso consequência da falta de amor nos corações.

O amor constrói laços sólidos, muda a realidade, aquece os corações, proporciona harmonia e perdão, une as pessoas, tudo isso com o dom gratuito do amor.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

FELICIDADE, AÇÃO E REAÇÃO

“Felicidade é quando o que você pensa, o que você diz e o que você faz estão em harmonia.” (Gandhi)

O homem de bons pensamentos é feliz, transparece para as pessoas os sentimentos existentes em seu interior.

O que o homem diz e faz são ações que vão modificar o mundo ao seu redor, essas ações também provocam reações em tudo e todos, dependendo das atitudes e das palavras humanas teremos exemplos de bondade ou situações que deveriam ser evitadas.

O homem que está de bem consigo também estará com os outros, será feliz e irradiara bondade e felicidade, provocará ações e reações positivas.

O homem feliz vive em harmonia e na paz.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

PODER E NÃO PODER, EIS A RAZÃO

“Se você acha que pode ou se você pensa que não pode, de qualquer forma, você tem toda a razão.” (Henry Ford)

Homens podem, também acham que podem e pensam que podem, cada um com um ponto de vista e razões pessoais diferentes.

As opiniões recheiam os pensamentos humanos, diante disso eles criam razões iguais, positivas e negativas para cada questão.

As razões por eles levantadas podem ser certas para eles, erradas para outros e iguais a de outros. Se a razão for um denominador comum e proporcionar o bem-estar social ela poderá se classificar como uma boa e positiva razão.

Mas, as más razões levam os homens a cometerem catástrofes, atos desumanos, coisas indignas e diante de tudo isso eles acham que têm toda a razão e podem continuar cometendo atrocidades.

Poder e não poder, eis a razão.

domingo, 27 de maio de 2012

DESAFIOS OPORTUNOS

“A vida está cheia de desafios que, se aproveitados de forma criativa, transformam-se em oportunidades.” (Maxwell Maltz)

A vida está repleta de desafios, essas barreiras engrandecem o homem.

São oportunidades do homem com elas aprender e crescer, obstáculos passageiros e necessários.

Exigem que o homem pense, haja, tenha calma e paciência.

Fazem surgir forças que o homem aproveita para seguir em frente ou as aproveita para justificar a desistência.

Proporcionam conquistas e vitórias aos homens.

sábado, 26 de maio de 2012

A VOZ DO PREGADOR

“A nuvem tem relâmpago, tem trovão e tem raio: relâmpago para os olhos trovão para os ouvidos, raio para o coração: com o relâmpago alumia, com o trovão assombra, com o raio mata. Mas o raio fere a um, o relâmpago a muitos, a trovão a todos. Assim há de ser a voz da pregador: um trovão da céu que assombre e faça tremer o mundo.” (Padre Antônio Vieira)

A voz que conquista, a que une, que modifica e anima.

O pregador tem o dom da oratória, mas também ele domina a retórica, suas palavras estremecem.

Como raios e trovões a pregação atinge os ouvidos e os corações, percorre distâncias e seus efeitos são imensos.

Sua voz é convincente, é mansa e pacífica, cheia de apoio e ideias que podem solucionar vários problemas.

Os pregadores estremecem o mundo com suas palavras e atingem multidões, cada um com sua poderosa voz como raios e trovões.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

QUATRO IGNORÂNCIAS QUE PODEM CONCORRER EM UM AMANTE

“Quatro ignorâncias podem concorrer em um amante, que diminuam muito a perfeição e merecimento de seu amor. Ou porque não se conhecesse a si, ou porque não conhecesse a quem amava, ou porque não conhecesse o amor, ou porque não conhecesse o fim onde há de parar amando. Se não se conhecesse a si, talvez empregaria o seu pensamento onde o não havia de pôr, se se conhecera. Se não conhecesse a quem amava, talvez quereria com grandes finezas a quem havia de aborrecer, se o não ignorara. Se não conhecesse o amor, talvez se empenharia cegamente no que não havia de empreender, se o soubera. Se não conhecesse o fim em que havia de parar amando, talvez chegaria a padecer os danos a que não havia de chegar, se os previra.” (Padre Antônio Vieira)

As ignorâncias iludem e confundem os amantes, os deixam atordoados e sem rumo.

Elas aumentam as imperfeições humanas, atitudes nunca vistas em algumas pessoas podem surgir, o homem passa a se desconhecer e ser desconhecido, pois, passa a ser uma pessoa totalmente diferente do que era antes.

Não existem limites para as ignorâncias dos amantes, pois dessas quatro se desencadeiam muitas outras a depender da pessoa, o homem fica mutante e indefinido, dele não sabe o que se espera.

O homem fica cego, seus sentimentos afluem e seus nervos ficam a flor da pele, ele ama, mas, seu sentimento não é puro amor e sim pura ignorância.

Devido a essas ignorâncias, o homem aborrece e magoa quem estiver ao seu redor, podendo chegar a causar danos irreparáveis e atentar contra a vida das pessoas.

Os homens amantes da ignorância amam com um coração dominado pelas fantasias e ilusões, devaneios que os levam às profundezas dos pensamentos rotativos, por mais que ele pense, ele não se move, mas, aprofunda-se cada vez mais nas ilusões.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

VIVA A VIDA

“A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios... Por isso, cante, ria, dance, chore e viva intensamente cada momento de sua vida, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos...” (Charles Chaplin)

A vida é cheia de surpresas, embora coisas sejam previsíveis, o imprevisível pode ocorrer.

A vida é um espetáculo que pode ser aproveitado a cada momento, pois, cada um desses momentos é único de se viver, mas pode ser relembrado por diversas vezes.

Enquanto uns vivem, outros deixam que a vida os leve, acham que vivem, mas na verdade eles existem.

A vida é passageira, pode ser mais longa para alguns e muito curta para outros.

Aproveite cada momento de sua vida, viva sua vida ou você apenas vai existir.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

TER CONFIANÇA INDEPENDENTEMENTE DO QUE OS OUTROS PENSAM

“Sereis bem sucedidos... Mesmo que os demais não creem em vós... Contanto que tenhais confiança em vós próprios.” (Orison Sweet Marden)

Se o homem quer ser bem sucedido, não pode deixar que pessoas negativas destruam seus sonhos, pois, as palavras dessas pessoas podem ocasionar sua derrota.

Se o homem deposita toda confiança no próximo ele corre um sério risco de não obter êxito em seus objetivos.

O homem precisa de fé e de grandeza, confiar em Deus e também se esforçar para crescer cada vez mais, pois, se ele ficar parado os seus sonhos também param.

Os bons conselhos devem ser ouvidos, mas, os maus conselhos devem ser deixados de lado para evitar que impeçam o homem de prosseguir com seus sonhos e deixe de realizar suas conquistas.

terça-feira, 22 de maio de 2012

SUCESSO E AUTOCONFIANÇA

“O sucesso é um símbolo de auto-confiança.” (Frank S. Cáprio)

Para atingir o sucesso é necessário ter esforço, pois, com muito trabalho ele é alcançado.

É necessário ser confiante, pois, com a autoconfiança se vencem os medos de seguir a caminhada sem desistir.

É preciso ter fé diante dos obstáculos e conturbações durante a estrada do sucesso, caso contrário, o homem se abala e fica diante de uma pedra no meio do caminho.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

A FELICIDADE

“A felicidade existe...Não fora de nós, onde em geral a procuramos; mas, dentro de nós, onde raras vezes a encontramos.” (Huberto Rohden)

Se procurarmos felicidades materiais não iremos encontrar, elas nos divertem, mas, depois passam e fica o vazio e as lembranças, isso pode entristecer profundamente o homem quando descobre que viveu uma grande ilusão.

A felicidade está dentro do ser, no espírito, meio de conexão direta do homem com Deus. O homem que não está bem consigo não estará com os outros homens.

O homem que quer ser feliz tem de buscar a felicidade em Deus, essa sim preenche o vazio existencial humano.

domingo, 20 de maio de 2012

AMIZADE

“Amizade sente-se, não se diz....” (Joaquim Maria Machado de Assis)

O sentimento da amizade vem do coração, é profundo e verdadeiro.

A amizade falada é verbal, vem da língua e nem sempre é verdadeira, e, o verbo não exprime exatamente o sentimento, pois, o verbo é formado pelo pensamento e pela inteligência.

A amizade possui amor e bondade, mas falsas amizades recheiam-se de paixões e ignorâncias.

sábado, 19 de maio de 2012

ACREDITE NOS SEUS SONHOS

“Jamais desista de seus sonhos, por mais que pareçam difíceis de conseguí-los. Se tiveres coragem, conseguirás forças para alcançá-los, e não serás conhecido como covarde.” (Adriana)

Nunca desista de seus sonhos, pois, você pode realizá-los, basta continuar acreditando e caminhando para alcançá-los.

Sonhos difíceis exigem fé, amor, persistência em perseverança, é necessário ter coragem e disposição na caminhada.

O homem que desiste de seus sonhos para de sonhar, fica amargurado e reclamando da vida, a frustração toma conta do seu ser e ele se sente acovardado e oprimido pelo destino.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

A EXPERIÊNCIA

“Experiência é algo que sempre penso que tenho, até obter mais dela.” (Burton Hillis)

Não se nasce com experiência, também não se a consegue em um só ato ou fato.

Muitas circunstâncias circundam as experiências da vida.

O homem que pensa que possui muita experiência, quando tem uma nova descobre que ainda faltava aquela e faltam muitas outras.

A experiência é cumulativa e contínua, vai sendo adquirida ao longo da vida.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

OS VENCEDORES


“As pessoas que vencem neste mundo são as que procuram as circunstâncias de que precisam e, quando não as encontram, as criam.”(Bernard Shaw)

Para conseguir ser vitorioso, o homem precisa de fé, a fé o torna grande e persistente, faz com que ele caminhe sem desistir, encontre os obstáculos, mas sempre persiste sem desistir, com sua perseverança ele é vitorioso.

Não basta sempre querer para se chegar a vitória, também é necessário ver as circunstâncias e os meios que vão proporcionar seu sucesso, mas, nem sempre as circunstâncias são favoráveis aos homens, já que não são ele não pode desistir. Então, o homem cria circunstâncias auxiliares para poder conseguir realizar seus objetivos.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

O ENTUSIASMO


“O entusiasmo é a maior força da alma. Conserva-o e nunca te faltará poder para conseguir o que desejas.” (Napoleon Hill)

O entusiasmo fortalece a alma e deixa o homem poderoso.

Com o entusiasmo observamos também a existência da esperança, da persistência e da perseverança.

O homem entusiasmado caminha com fé em busca de seus objetivos e tenta realizar seus desejos e anseios.

terça-feira, 15 de maio de 2012

SORRISO E FELICIDADE


“Não preciso me drogar para ser um gênio, não preciso ser um gênio para ser humano, mas preciso do seu sorriso para ser feliz.” (Charles Chaplin)

A genialidade não depende da droga para surgir, é um dom que vem de Deus, abençoando o homem para aprimorar seu conhecimento e trazer melhorias e bem-estar para a humanidade.

Nem todos os seres humanos são gênios, mas todos são seres humanos e possuem seu papel na humanidade, merecem o respeito de todos, não podem ser excluídos ou isolados por terem pensamentos diversos dos gênios.

Os gênios não conseguiriam viver sem os outros seres humanos, pois cada um ia querer ser mais inteligente e esperto que o outro, gerando uma alta competitividade que levaria a destruição.

Um sorriso gera felicidade, é simples, humilde e todos aceitam, se não fossem os sorrisos a humanidade não perceberia os sentimentos de alegria e felicidade.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

COM O EXEMPLO NOS CONHECEMOS


“Tudo que nos irrita nos outros pode nos levar a um entendimento de nós mesmos.” (Carl Jung)

Se observarmos alguém que dá maus exemplos, facilmente podemos compreender que não precisamos ser iguais a ele.

Se alguém se comporta de forma que constrange, causa mal estar, não devemos ter esse comportamento, pois ele não é bom.

Se tivermos atitudes e comportamentos semelhantes aos dessas pessoas, é hora de mudar, pois estamos sendo errantes iguais a ele, assim conhecemos também nossos erros.

domingo, 13 de maio de 2012

CONHECIMENTO E IGNORÂNCIA

“Se o conhecimento pode criar problemas, não é através da ignorância que podemos solucioná-los.” (Isaac Asimov)

A ignorância não é um modo adequado para solucionar problemas, pois, esquece da razão, dos bons costumes, das virtudes, podendo gerar inúmeros problemas ao invés de solucionar um que era necessário.

A ignorância pode machucar, magoar, destruir, causar danos irreparáveis e até matar.

Com o conhecimento os problemas são solucionados, de um modo correto, evitando prejuízos e o surgimento de novos problemas.

sábado, 12 de maio de 2012

APROFUNDANDO NOSSAS VIDAS

“Não podemos fazer muito sobre a extensão de nossas vidas, mas podemos fazer muito sobre a largura e profundidade delas.” (Evan Esar)

A duração de nossa vida nós não sabemos até onde é, nem quando será o final.

Podemos fazer com que ela se alargue ao cuidarmos de nosso corpo, proporcionando uma maior vitalidade e saúde corporal.

Nossa vida poderá ser cada vez mais profunda quando ajudamos o próximo, quando servimos a desconhecidos, quando nos aproximamos de Deus, assim realmente viveremos de corpo e alma.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

PÁSSAROS DA TRISTEZA

“Você não pode impedir que os pássaros da tristeza voem sobre sua cabeça, mas pode, sim, impedir que façam um ninho em seu cabelo.” (Provérbio Chinês)

O homem pode passar por momentos tristes na vida, mas não é obrigado a ficar estagnado nesses momentos.

Se as tristezas chegam, elas também passam, se o homem se apega a seus pássaros ela plante um ninho em sua cabeça.

O homem é capaz de superar a tristeza, pode viver de fé e esperança em Deus e receber muitas alegrias, assim ele espanta os pássaros da tristeza.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

O DILÚVIO

“Este é o mundo em que vivemos. Antes, e depois de Noé, sempre foi dilúvio. Uns para outra: todos cansando-se em buscar descanso, e todos cansados de não achar.” (Padre Antônio Vieira)

Os dilúvios destroem, mudam, selecionam, renovam, são capazes de mudar características físicas, materiais e naturais.

Os dilúvios selecionam seres vivos, enquanto uns são mortos, outros sobrevivem e mudam seu modo de vida.

Muitos homens buscam uma felicidade material, nunca descansam de tanto buscar, outros cansam de não achar, enquanto outra parte se diverte com as coisas materiais achando que encontraram a felicidade, mas essa é passageira.

Os homens passam por renovações para mudarem seu modo de viver e pensar, buscam a verdade e deixam de lado as coisas materiais, assim encontram a verdadeira felicidade em Deus.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

O HOMEM PODE ESTAR EM DOIS LUGARES AO MESMO TEMPO

“É sabido que um ente humano pode estar em dois lugares diferentes ao mesmo tempo – num lugar, durante muitas horas, e noutro, por alguns minutos, dentro do mesmo período.” (Jiddu Krishnamurti)

O tempo pode ser medido e imensurável, existem fatos temporais e atemporais, portanto, o tempo nem sempre é o mesmo, isso permite que o homem esteja em mais de um lugar ao mesmo tempo.

Ele pode estar fisicamente em um local e mentalmente em outro, interage com o ambiente físico e psicológico, onde as distâncias físicas podem ser medidas, mas onde o pensamento estava não, pois o caminho percorrido não pode ser identificado.

Sendo assim, o homem pode estar ao mesmo tempo em lugares diferentes e em tempos diferentes.

Sabemos que existe o atemporal, mas não somos capazes de medir, pois, para o pensamento não existem distâncias e nem limites.

terça-feira, 8 de maio de 2012

ROTINA, MENTE, MEDO

“Como máquinas, cumprimos a nossa fastidiosa rotina diária. Com que sofreguidão a mente aceita um padrão de existência e com que tenacidade a ele se apega! Como que pregada a prego, a mente é mantida unida pela idéia, e em torno da idéia ela vive e atua. A mente nunca é livre, flexível, porque está sempre ancorada; ela se move dentro do raio, estreito ou amplo, do seu próprio centro. Desse centro não ousa afastar-se; e quando o faz, é tomada de medo. O medo não é do desconhecido, mas, sim, da perda do conhecido. Não é o desconhecido que inspira medo, mas a nossa dependência do conhecido.” (Jiddu Krishnamurti)

A rotina faz com que a mente se apegue a formas condicionadas, também passando a ter medo de situações.

A mente se ilude com as ideias, que a iludem e dominam, tornam a mente escrava de pensamentos que não a deixam progredir.

A mente tem medo do conhecido, pois está apegada a ele, vive uma rotina dependente dele e de forma aprisionada, o que a impede de se libertar e descobrir o desconhecido.

A mente precisa sair da rotina e buscar o conhecimento do desconhecido, mas se ela busca coisas materiais ela ficará mais arraigada às ilusões.

A mente só estará liberta das condições materiais quando conhecer a verdade eterna, o conhecimento divino que a mostrará o desconhecido, só assim a mente sairá da rotina e perderá os medos do materialismo.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

A SOCIEDADE E OS ENTES HUMANOS INTEGRADOS

“Se a sociedade necessita e faz uso do indivíduo para seus próprios fins, não tem então nenhum interesse na formação do ente humano integrado; o que ela quer é uma máquina eficiente, um cidadão obediente e respeitável e isso só requer uma integração muito superficial. Enquanto o indivíduo for obediente e se deixar condicionar totalmente, a sociedade o achará útil e gastará dinheiro com ele. Mas se a sociedade existe para o indivíduo, cabe-lhe então ajudá-lo a libertar-se da influência condicionadora dela própria. Deve educá-lo para se tornar um ente integrado.” (Jiddu Krishnamurti)

Quando o homem existe para a sociedade, ela exige dele condutas, sentimentos, comportamentos, exige que ele seja útil a ela.

O homem passa a ser uma carta de baralho de um jogo social, quando perde sua utilidade a carta é descartada, pois não trará a vitória do jogador.

O homem tem de ser uma máquina de alta eficiência e produção, seguir as regras do jogo, viver de acordo com os ditames sociais, não podendo contrariá-la de forma alguma, ela suga seu sangue até o fim.

O homem integrado requer que a sociedade viva para ele, mas ele não pensa apenas em si, ele defende o bem comum onde vive ele e vivem os outros.

Busca melhorar a sociedade, nem que para isso necessite se rebelar contra ela, mas sempre dando frutos positivos.

O homem integrado se liberta das mazelas de uma sociedade hipócrita e pretende trazer o bem para todo o desenvolvimento de forma racional, respeitando os homens e o meio ambiente.

O homem integrado defende os valores sociais, culturais, busca integrar todas as pessoas da sociedade, de forma humana e sem exploração.

domingo, 6 de maio de 2012

A PURIFICAÇÃO DA MENTE

“A purificação da mente é viver, é criação. A beleza está no “experimentar” e não na experiência; porque a experiência é sempre do passado, e o passado não é o “experimentar”, o viver. A purificação da mente é a tranquilidade do coração.” (Jiddu Krishnamurti)

A mente vive a passível de ser poluída com os maus pensamentos, os desejos materialistas, e ideias que não levam a nada, mas trazem preocupações e inquietudes.

A mente fica agitada, em constante movimento, desgasta-se com o cansaço e o passar do tempo, que ao invés de inquietá-la, faz com que a mesma viva rotineiramente aguçada.

A mente deve ser purificada com belezas, bons pensamentos, meditações sobre a palavra de Deus, que darão paz a mesma e a purificaram. Desse modo, suas impurezas são eliminadas.

Ao invés de ficar retomando a um passado de tormentos e sofrimentos que causam dor, o homem pode pensar e acreditar em um futuro de paz.

sábado, 5 de maio de 2012

VIVER ENTRE MÁSCARAS

“Sempre desejei ajudar, fazer bem, e não por fútil sentimentalismo. Descobri que as pessoas com quem vivo não são entes reais, porém meras máscaras; aqueles que necessitam de socorro é que são reais. Viver entre máscaras é monótono e estúpido, mas no viver com os outros encontram-se lutas e penas.” (Jiddu Krishnamurti)

Ser bondoso e viver ajudando o próximo sem utilizar isso para meros interesses pessoais é um modo de viver quem você realmente é, quer viver bem e que os outros estejam bem.

Existem pessoas que vivem mascaradas, ajudam, mas querem satisfazer interesses pessoais ocultos.

Não fazem por amor e sim para mostrar sua máscara perante a sociedade, internamente possuem sentimentos e pensamentos contrários aos expressos na vida em comum com outras pessoas.

Para viver entre as máscaras e ser você mesmo é preciso lutar, ser firme, forte e perseverante, não deixando que os falsos pensamentos das máscaras invadam o seu ser e dominem a sua mente.

Vivendo entre as máscaras e mantendo nossos pensamentos estamos sujeitos a penalidades que não são derivadas de transgressões às leis e aos bons costumes, mas pelas pessoas que vivem mascaradas e nos afastam delas por termos pensamentos bondosos e diferentes.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

MORTE, RENOVAÇÃO E VIDA

“Como é necessário morrer todos os dias, morrer a cada minuto para todas as coisas, para todos os dias passados e para o momento que acaba de escoar-se! Sem a morte não há renovação, sem a morte não há criação! A carga do passado dá origem à continuidade do passado, e as apreensões de ontem dão mais vida às apreensões de hoje. O dia de ontem perpetua o de hoje, e amanhã é ainda ontem. Não há libertação dessa continuidade, senão na morte.” (Jiddu Krishnamurti)

A morte liberta o homem do condicionamento do mundo material, cessa o ciclo de vidas e mortes diárias e momentâneas que vive o homem.

A morte que ocorre dia a dia vai melhorando o homem, que deixa de lado as coisas ruins e passa a viver de forma mais consciente, livrando-se do pecado e enchendo-se de bondade.

Deus crea com amor e perfeição, mas o homem cria e para criar ele mata, suas criações podem ter amor, paixão e ignorância.

O passado vai carregando a mente humana, que vai apegando-se às coisas materiais, condicionando o homem a estilos de vida materialistas.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

A FUGA E O IDEAL

“Todas as fugas são ininteligentes, já que inevitavelmente produzem conflito. O cultivo ao desapego constitui uma outra maneira de fuga, de isolamento; é apego a uma abstração, a um ideal. O ideal é coisa fictícia, produto do “eu”, e tornar-se o ideal representa uma fuga ao que é. Só há compreensão do que é e ação adequada em relação ao que é, quando a mente já não está a buscar refúgios. O próprio pensar a respeito do que é, é uma fuga ao que é.” (Jiddu Krishnamurti)

Os conflitos surgem após as fugas, quando o homem se apega ele cria um sentimento que o condiciona a repetir seus pensamentos e atitudes.

O desapego já é uma fuga que produz um conflito entre pensamentos e ideias, muda a vida do homem e as pessoas nem sempre o entendem.

Quando o homem foge da sociedade e se isola ele tenta pensar em como organizar suas ideias ou faz por um sentimento de revolta, larga tudo e vai viver na solidão.

O desapego as pessoas causa sofrimento ao homem que era apegado a elas e aos que foram abandonados, pode ser feito de forma ininteligente através do rompimento dos laços ou de forma compreensiva e sem perder o vínculo.

O ideal é uma ficção de vida, o homem cria maneiras de proporcionar a existência dessa realidade ideal que nunca é perfeita, mas que lhe dá prazer, sendo assim ele tenta levar pessoas a seguirem seus ideais.

Os pensamentos buscam mudar a realidade, eles movem o mundo, tentando adaptar a realidade a vida humana, mas também existem os homens que se adaptam a realidade.

O homem foge de forma inteligente quando busca o ideal verdadeiro, ou seja, busca a sabedoria suprema e infinita, ele passa a de desapegar do mundo material e a se conectar com a verdade espiritual.

O homem continua a viver no mundo material, mas passa a agir e pensar de acordo com as verdades da vida espiritual descobre o amor, a bondade, a humildade, o desapego, a oração, o agradecimento, muda de vida sem sair da realidade.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

O AUTOCONHECIMENTO

“Perdida está a luz da Realidade, e perdidas as suas bênçãos, quando a mente, que é a sede do “eu”, assume a direção. O autoconhecimento é o começo da sabedoria. Sem autoconhecimento, o saber leva à ignorância, à luta e ao sofrimento.” (Jiddu Krishnamurti)

Muitos homens acham que conhecem a realidade e a si mesmo, mas na verdade nada conhecem.

Outros acham que conhecem sem conhecer, pois, seu pensamento é errôneo e ignorante, levando essas pessoas a muita luta e sofrimento.

O homem que tem autoconhecimento não conhece a si mesmo e nem a realidade, ele conhece Deus e a partir daí ele entende porque está nesse mundo e compreende a realidade.

Essa sabedoria espiritual faz com que ele se entende e compreenda o mundo material.

O saber humano sem o conhecimento espiritual leva o homem a pensamentos de paixões e ignorâncias, afastam o homem da bondade e entregam-no ao prazer.

terça-feira, 1 de maio de 2012

TUDO OCORRE NO SEU DEVIDO TEMPO

“A primeira condição para se realizar alguma coisa, é não querer fazer tudo ao mesmo tempo.” (Tristão de Ataíde)

Se o homem tenta resolver tudo de uma só vez, ele acaba não resolvendo ou não resolvendo da melhor maneira.

O tempo do homem não é o tempo de Deus, tudo ocorre no tempo dele e não no nosso tempo.

O tempo correto resolve todas as coisas, ele pode demorar, mas ocorrerá com perfeição.

O homem paciente consegue realizar seus objetivos.

O homem com fé e perseverança deixa que as coisas ocorram no tempo de Deus e tudo se resolve.

Se algo ainda não ocorreu é porque ainda não chegou o seu devido tempo.