Follow by Email

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

OS MATERIALISTAS E OS ESPIRITUALISTAS

“Só não as têm os materialistas, aqueles para quem Deus é absurdo, a pátria e a família uma comandita; gente que reduz a inteligência a um pouco de fósforo, e a virtude uma convenção. Esses vivem fisicamente; são corpos que se transformam. Nós, porém, que nos remontamos à nossa origem divina, todos temos nossas abusões.” (José Martiniano de Alencar)

Os materialistas buscam algo possível, palpável, comprável, possuem uma vida mercantilista e fugaz, vivem de satisfação dos desejos pessoais, alimentam-se com desejos incontroláveis e sempre querem mais.

Os espiritualistas vivem se aproximando do Deus Todo Poderoso, possuem um estilo de vida de desapego, consomem o necessário, vivem com amor, buscando sabedoria, alimentando seu espírito com o que é bom e divino, deixando de lado as coisas fúteis.

Dois modos de vida, em direções opostas, às vezes com um pouco de cada em sua vida, mas que levam à fins diversos. Enquanto um causa regressão o outro faz progredir, não há um crescimento material, e sim um espiritual e de fé.