Follow by Email

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

OS INDÍGENAS


“Homens cultos, filhos de uma sociedade velha e curtida por longo trato de séculos, queriam esses forasteiros achar nos indígenas de um mundo novo e segregado da civilização universal uma perfeita conformidade de idéias e costumes. Não se lembravam, ou não sabiam, que eles mesmo provinham de bárbaros ainda mais ferozes e grosseiros do que os selvagens americanos.” (José Martiniano de Alencar)

Muitos escritores narram uma imagem pessimista dos indígenas, tratando-os como selvagens e animais, mas são seres humanos iguais aos outros e até inocentes em um modo de vida simples e retirando da natureza o necessário para viver.

Muitas vezes encontramos homens exploradores, maldosos e gananciosos com uma imagem de heróis, ao mesmo tempo, a imagens dos índios é deturpada, os caracterizam com uma imagem do rude, do grosseiro e irracional, mas ele vivia tranquilo, seu espaço foi invadido e sua cultura foi sendo destruída.

Homens racionais, de ideias e ideais, conquistadores e desbravadores, polidos por riquezas culturais e desenvolvimento educacional, moral e religioso. Mas ao mesmo tempo esquecidos de suas origens, cometendo atos irracionais e tratando pessoas como seres inferiores simplesmente por viverem em um local com uma cultura diferente.

Ao invés de aprenderem com uma nova cultura, tentaram dominar os povos, escraviza-los, dizimá-los, excluí-los e destruir a riqueza cultural e natural que eles possuíam.