Follow by Email

quinta-feira, 3 de julho de 2014

OS FILHOS DESUNIDOS DO LAVRADOR


(Esopo)

Os filhos de um lavrador não conseguiam se entender. Apesar de muito tentar com palavras, ele não conseguia persuadi-los a mudarem. Resolveu então chegar a seu propósito por meio de atitudes, e pediu-lhes que trouxessem um feixe de varas. Então deu-lhes as varas reunidas em um feixe e ordenou que as quebrassem. Os filhos redobraram os esforços, mas não conseguiram. Em seguida, tendo desatados os feixes, deu-lhes as varas uma a uma. Como eles as quebrassem facilmente, disse: “Viram meus filhos? Se ficarem unidos, serão invencíveis aos inimigos, mas, se estiverem desunidos serão presa fácil”.” (Esopo)

O sábio lavrador, mostrou a seus filhos o valor e a força da união, demonstrou também a vulnerabilidade e a fragilidade da desunião.

Ensinou uma lição de vida aos filhos com uma simples e eficaz atitude, depois de tantas tentativas com palavras frustradas, o lavrador conseguiu novamente unir os filhos.

O lavrador mostrou que amava seus filhos, queria os proteger dos inimigos e fazer com que eles permanecessem sempre unidos.