Follow by Email

sexta-feira, 6 de junho de 2014

O HOMEM QUE PROMETE O IMPOSSÍVEL



(Esopo)


Um homem pobre estava doente. Após ter sido desenganado pelos médicos, fez uma oração aos deuses, prometendo sacrificar uma hecatombe e lhes consagrar ex-votos se se restabelecesse. “E como pretendes pagar tudo isso?” – perguntou sua mulher, que estava por perto dele. E ele disse: “Acreditas mesmo que vou restabelecer-me, para que os deuses reclamem de mim o que lhes é devido?”.” (Esopo)

O homem sem fé brinca com os deuses, lhes faz uma promessa sem a intenção de cumprir.

As falsas promessas em nada engrandecem o homem, sua esperteza apenas reduz seu caráter.

Para eles, o que vier é lucro, pois, não acreditam, mas se conseguirem o que querem, não vai fazer diferença, pois, suas promessas não serão cumpridas.

Existe a falta de respeito com aquele que recebeu a promessa, um riso sádico por estar o enganando, o falso ego de uma vantagem em relação ao outro.