Follow by Email

quinta-feira, 11 de julho de 2013

O SER E UM SER



Karl Theodor Jaspers


Se pretendo conceber o ser como ser, fracasso inexoravelmente, caio no vazio. Só posso concebê-lo num modo determinado. Aí o ser se anuncia. Aí o busco, sem jamais alcançá-lo. Se quero saber o que é o ser: tanto mais claramente se mostra o extravio do ser para mim quanto mais inexoravelmente prossigo perguntando e quanto menos me deixo enganar por qualquer imagem construtiva do ser. Nunca tenho o ser senão que sempre tenho um ser.” (Karl Theodor Jaspers)

Buscar a origem do ser no ser, é dá muitas voltas ao redor do mesmo ponto e não chegar a sua verdadeira origem.

O ser não é ser, pois, o ser é divino e ser é humana, um possui essência pura e o outro contaminada pelas influências materiais.

Buscar a origem do ser apenas em conceitos humanos, é entrar na escuridão de um vazio, pois, seu verdadeira origem está no caminho contrário, é uma origem de um Ser Superior.

Para não se persistir em um fracasso, faz-se necessário estudar “ser” de forma específica e determinada, buscando conteúdos humanos e racionais.

O ser é divino, é verdade, é creação de Deus, mas um ser é material, é uma criação humana, não possui verdade por se diferenciar de sua origem.

O ser revela o poder de Deus e um ser revela os anseios humanos.