Follow by Email

quarta-feira, 24 de julho de 2013

A MORTE



Srila Prabhupada – A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada



Morte: a mais misteriosa, incansável e inevitável adversária do homem. A morte significa o fim da vida ou meramente abre a porta à outra vida, à outra dimensão, ou ao outro mundo?” (Srila Prabhupada – A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada)

Seja breve ou demore, um dia ela chegará, o destino do homem desde o seu nascimento é um dia morrer, pois, seu corpo é finito e temporal.

Alguns vivem combatendo a morte, seguem um estilo de vida que evita os riscos, sempre existindo a possibilidade de uma vida mais duradoura.

Já outros, vivem brincando com a morte, ao invés de combatê-la, eles a desafiam, sempre correndo o risco de serem fisgados por ela.

A morte é o fim da vida humana, mas quando isso ocorre, a alma abandona o corpo, é liberta e poderá adentrar a porta da vida eterna se for a vontade de Deus.

Após a morte, as almas de alguns saem de um corpo e irão adentrar em outro, pois, ainda não estão preparadas para entrar no mundo espiritual e permanecerão em um mundo material.

A imortalidade após a morte é o objetivo de todos, porém, após a morte nem todos se tornam imortais, pois, ainda necessitam ficar evoluindo no mundo material.

Para os que buscam a imortalidade seguindo a vontade de Deus, a morte é sinônimo de felicidade, pois, é a porta que se abre para o mundo espiritual, a vida eterna e o pleno amor.

Para os que vivem disfrutando da materialidade, a tendência é que permaneçam no mundo material, a morte para eles é uma tristeza.

A morte é adversária, desafiada, um pesadelo, temor, tristeza, desespero, medo, mas também, é o início de uma nova vida de amor, devoção e felicidade eterna.