Follow by Email

quinta-feira, 13 de junho de 2013

O QUE VALE NA VIDA NÃO É O PONTO DE PARTIDA E SIM A CAMINHADA



Cora Coralina – Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas


O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.” (Cora Coralina – Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas)

Todos iniciam a vida em um ponto de partida e vão encontrando várias escolhas e caminhos.

As escolhas e as opções vão determinando a caminhada humana e o que o homem planta.

O homem sempre planta durante sua caminhada e algumas das sementes vão brotar.

Existem caminhos bons e maus, sementes boas e sementes que não germinam.

Quando boas sementes são plantadas em maus caminhos elas nem sempre brotam, mas se conseguirem germinar, algo da colheita pode se aproveitar.

Quando boas sementes são plantadas em bons caminhos, elas sempre brotam e o homem terá uma boa colheita.

Quando sementes ruins são plantadas em bons caminhos, elas são impedidas de germinar e o mal deixa de brotar e se expandir.

Quando sementes ruins são plantadas em maus caminhos, o mal brotará e a colheita será prejudicial a todos.

As escolhas e os caminhos determinarão se existirá ou não o que colher e o que será colhido na caminhada independente de qual seja o ponto de partida.